A história da ligação de Walter Röhrl à Porsche

 

Já passaram 25 anos desde que a Porsche contratou o quatro vezes vencedor do Rali de Monte Carlo e duas vezes Campeão do Mundo de Ralis como embaixador e piloto de desenvolvimento de novos modelos.

Em 1993, Walter Röhrl já tinha tido um relacionamento agitado com a Porsche. O seu primeiro automóvel foi um Porsche 356 usado e, depois disso, um Porsche 911 que sempre fez parte da sua coleção particular.

Em 1977, o seu 911 pessoal, que utilizava para participar em ralis, abriu caminho para um contrato com a equipa da Fiat, sendo que, em 1981, Walter Röhrl já alinhava à partida para o Campeonato Alemão de Ralis num Porsche 924.

Röhrl esteve envolvido no desenvolvimento do superdesportivo Porsche 959 e na tecnologia de tração às quatro rodas para o Porsche 964. Quando o contrato foi assinado, no início de 1993 para passar a ser representante da marca e piloto de desenvolvimento, havia uma condição: Röhrl garantia ao ex-presidente Wendelin Wiedeking “que iria dizer sempre a verdade sobre os novos desenvolvimentos”.

Desde então, Röhrl participou no desenvolvimento e afinação de diversos modelos – desde o 959, passando pelo Carrera GT, pelo 918 Hybrid, por todas as versões do 911 e GT, até ao Porsche Panamera. O senhor de 70 anos de Regensburg continua a cumprir o antigo acordo até hoje.

Walter Röhrl diz sempre o que pensa: “Aprendi uma lição muito importante durante o meu tempo  na Porsche: o desempenho dinâmico que exigimos de um veículo desportivo quando levado aos limites é mais do que os pilotos profissionais necessitam. O ideal é que um veículo desportivo também seja fácil de controlar pelos condutores comuns”.

 

Siga o Digital Motores no Instagram

Acompanhe o Digital Motores no Facebook

Para conferir a totalidade dos preços da gama Porsche utilize a pesquisa de automóveis novos do Digital Motores

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *