UMA VOLTA AO CABO DA ROCA DE VW ARTEON

O Arteon posiciona-se acima da gama Passat. O novo Coupé Desportivo da VW tem como grandes rivais o Audi A5 e o BMW Série 4.  O comprimento total é de 4 metros e 80 centímetros (mais 10 cm que o Passat). O Arteon é produzido na fábrica da Volkswagen em Emden. Este lugar de produção dispõe de um porto transatlântico e adapta-se de forma ideal a um automóvel como o Arteon, que será comercializado em quase todos os países do mundo. O Arteon chega agora a Portugal e aos restantes países europeus. Nos próximos meses inicia a comercialização na Ásia, América, África e Oceânia.

Seis motores turbo

O Arteon é proposto numa fase inicial com três motores turbo de injeção direta: um bloco TSI de 280 CV (206 kW) a gasolina e dois blocos TDI de 150 CV e 240 CV. Posteriormente a gama será alargada a outros três motores: o novo 1.5 TSI Evo (150 CV com gestão dos cilindros ativa), assim como aos blocos TSI e TDI de 190 CV, respetivamente.

Transmissão DSG de dupla embraiagem para todas as versões

Todos os motores podem ser combinados com uma transmissão DSG de dupla embraiagem (TSI de 150 CV apenas com caixa manual). A transmissão DSG é proposta de série para o TSI a partir de 190 CV. Os motores TDI dispõem de transmissão DSG de série para a versão de 240 CV. As versões TSI de 280 CV e TDI de 240 CV oferecem o sistema de tração total 4MOTION. O TDI de 190 CV pode ser equipado em opção com o sistema de tração total. Todos os demais modelos possuem tração dianteira. As caixas automáticas dominam a gama.

Cabo da Roca como destino

O aperitivo de condução do novo modelo da VW aconteceu entre o Guincho e o Cabo da Roca. O primeiro teste dinâmico do Digital Motores foi ao volante d0 Arteon com o nível de equipamento Elegance com o motor TDI de 190 CV associado a uma caixa DSG de sete velocidades. Facilmente encontrei a posição ideal de condução. Aliás, tudo parece ser mais fácil e intuitivo quando chegamos a este patamar. A insonorização no interior do habitáculo é simplesmente fabulosa. O conforto e a forma como pisa a estrada. As curvas até ao Cabo da Roca são desenhadas de forma perfeita sem ser necessário tirar o compasso do bolso. O poder de travagem deixa-nos tranquilos de que podemos levantar o pé ali mais à frente. A versão que pode ver na foto em destaque no artigo está calçada com jantes de 18 polegadas. Quando decidimos andar um pouco mais depressa é impressionante como é que um carro com mais de quatro metros de comprimento aproveita a boa aerodinâmica e a baixa altura ao solo para ganhar alma e garantir breves momentos de pura adrenalina. A rigidez torsional da carroçaria aumentou em 10 por cento, em relação às limousines com prestações similares. É possível optar por pacote aerodinâmico que, entre outros elementos, inclui um curto deflector de ar situado por cima dos faróis traseiros. O balanço entre os coeficientes da força descendente (downforce) nos eixos dianteiro e traseiro, que estabilizam a parte traseira, otimiza o controlo dinâmico do chassis. O resultado são excelentes prestações de condução com uma elevada estabilidade de andamento até às velocidades mais elevadas. Graças aos excelentes coeficientes de “downforce” no eixo traseiro, o novo Arteon pode prescindir da montagem de um aileron traseiro amovível para circular a velocidades mais elevadas.

Assistentes de condução proativos

O Adaptive Cruise Control (ACC) da última geração também avalia agora outros parâmetros, como o limite de velocidade, curvas, rotundas e desvios adaptando a velocidade automaticamente (dentro dos limites do sistema e da regulamentação em vigor em cada país). A nova luz dinâmica em curva proativa deteta uma curva iminente, baseando-se nos dados do GPS e da rota do sistema de navegação, iluminando-as antes da intervenção do condutor.

O Arteon está equipado com a segunda geração do Emergency Assist que aumenta o nível de segurança: no caso de o condutor ter um súbito problema de saúde, o assistente não só trava o automóvel dentro dos limites do sistema, como também o guiará (sempre que a situação do tráfego o permita) até à faixa de rodagem mais à direita. Chega aos concessionários europeus com três níveis de equipamento diferentes: “Basis”, “Elegance” e “R-Line”. Destacamos algumas das características opcionais, entre as quais se encontra o ecrã Active Info Display (painel de instrumentos digital com configuração), o Head-up display e o novo sistema de Infotainment Discover Pro com um ecrã em vidro de 9,2 polegadas e controlo por gestos. Outros elementos de equipamento opcional são um teto panorâmico, bancos dianteiros com função de massagem, aquecimento do volante, pacotes especiais (“Business” e “Top”).

É um coupé de cinco lugares desenhado para realizar longas viagens com espaço e o seu conforto. Ao contrário das berlinas clássicas, o Gran Turismo dispõe, além disso, de um porta bagagens modular. A capacidade da bagageira é de 563 litros. O novo Volkswagen Arteon é proposto em Portugal com preços a partir de 47.815 euros (2.0 TDI de 150 CV).

 

Siga o Digital Motores no Instagram

Acompanhe o Digital Motores no Facebook

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *