Primeiro desportivo totalmente elétrico da Porsche chama-se Taycan

O concept “Mission E”, nome atualmente usado para descrever a oferta totalmente elétrica, será conhecido como Taycan.

O nome pode ser traduzido como “cavalo jovem e alegre”, referência à imagem no coração do Escudo Porsche, que surge desde 1952.

A marca de Estugarda anunciou o nome para a sua primeira geração de automóveis puramente elétricos como parte da cerimónia dos “70 anos dos automóveis desportivos”.

Dois motores com uma potência superior a 440 kW (600 CV) aceleram o automóvel desportivo elétrico até aos 100 km/h em 3,5 segundos e até aos 200 km/h abaixo dos 12 segundos (valores divulgados pela Porsche).

A autonomia máxima do veículo ultrapassa os 500 quilómetros, de acordo com o ciclo NEDC.

A escolha dos nomes para os seus modelos têm na maioria das vezes uma ligação concreta com o modelo correspondente e as suas caraterísticas: o nome Boxster descreve a combinação do motor boxer e do design roadster; Cayenne representa ferocidade, o Cayman é incisivo e ágil, e o Panamera oferece mais do que um comum Gran Turismo, o qual pode vencer a corrida de longa distância, Carrera Panamericana. O nome Macan deriva da palavra indonésia para tigre, com conotação com potência, fascínio e dinâmica.

Porsche planeia investir seis mil milhões de euros na mobilidade elétrica até 2022

O investimento agora confirmado pela marca é o dobro do que estava inicialmente previsto. Dos adicionais três mil milhões, cerca de 500 milhões serão usados para o desenvolvimento das variantes e derivativos do Taycan, à volta de mil milhões são para a eletrificação e hibridização da gama existente de produtos, várias centenas estão destinadas à expansão das fábricas, cerca de 700 milhões são para novas tecnologias, infraestrutura de carregamento e smart mobility.

Na sede da Porsche, em Zuffenhausen, um novo espaço para pintura, uma área dedicada à montagem para o Taycan e uma ponte para o transporte das carroçarias pintadas e conjuntos de transmissão estão a ser atualmente construídos.

A atual fábrica está a ser expandida para construir conjuntos de transmissão elétricos e o espaço de pintura está a ser melhorado.

Está também previsto investimento para o Centro de Desenvolvimento de Weissach. A produção do Taycan vai criar, só por si, cerca de 1.200 postos de trabalho em Zuffenhausen.

A Porsche vai oferecer a si mesma um presente especial para o 70º aniversário dos seus automóveis desportivos: o 911 Speedster Concept é um estudo de um descapotável desportivo para utilização em estrada. Estabelece uma ligação entre o primeiro Porsche 356 ‘No. 1’ Roadster, que recebeu a sua homologação no dia 8 de junho de 1948, e os Porsche dos dias de hoje.

A tecnologia sob a carroçaria de dois tons do 911 Speedster Concept concept deriva dos atuais modelos GT. Foi desenvolvido no Porsche Motorsport Centre, berço do 911 GT2 RS e, mais recentemente, do GT3 RS.

O 911 Speedster Concept assinala a sua estreia mundial como parte das celebrações oficiais do aniversário ‘70 anos dos automóveis desportivos Porsche’, em Zuffenhausen.

O concept oferece um vislumbre de uma potencial versão de produção em série, ainda que possa não ser apresentada até 2019. A decisão de seguir em frente será tomada nos próximos meses.

Siga o Volante no Instagram 

Siga o Volante no Facebook 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *