Tudo o que sabemos sobre o novo Toyota Aygo

Lançada em 2005, a primeira geração do Aygo foi pensada para atrair jovens clientes. É um automóvel citadino. Em 2017 estava entre os modelos com maior procura no segmento A, com mais de 85.000 unidades vendidas em todo o mundo.

David Terai, engenheiro-chefe da marca japonesa contou a propósito do lançamento deste modelo: “Quando começámos o estudo do conceito, em 2015, a primeira coisa que fiz foi explicar à nova equipa – constituída pelas divisões de Estilo e I&D da Toyota Motor Europe – a minha ideia de conferir um design X tridimensional na dianteira para criar mais “vivacidade”.

 

O novo Aygo mantém a sua assinatura frontal em “X”, mas evoluiu de um grafismo bidimensional para um elemento arquitetónico tridimensional. Na traseira, as novas guias de luz LED conferem-lhe um mais aspeto sofisticado.

As rodas são de 15 polegadas, mas através do design dos raios e do contraste entre as superfícies maquinadas e a tinta preta criámos o efeito visual de um tamanho de roda maior.

O motor de 998 c.c., de 3 cilindros, 72 CV de potência, 12 válvulas, dupla árvore de cames , Dual VVT-i da Toyota foi revisto. Esta unidade foi concebida para combinar um maior equilíbrio de potência e de consumo de combustível, com um superior binário proporcionado em rotações mais baixas do motor. Algo que contamos verificar no Volante com um ensaio dinâmico detalhado. A cabeça dos cilindros beneficia de um novo sistema de duplo injetor de combustível, melhorando a eficiência da combustão.

O modelo que está disponível nas versões standard e Eco. Esta última (não disponível para Portugal) utiliza uma 4ª e uma 5ª velocidades mais longas, pneus de baixo coeficiente de
resistência ao rolamento, sistema Stop & Start e introduz alterações aerodinâmicas.

A caixa x-shift permite executar a função kick-down (redução rápida de uma ou mais mudanças quando o acelerador é pisado a fundo) conhecida nas transmissões automáticas. Além disso, é possível fazer as instruções do condutor prevalecerem temporariamente sobre o sistema usando as patilhas montadas no volante. A seleção do modo M permite que o condutor passe de caixa manualmente através da
própria alavanca do seletor ou com as referidas patilhas. Os consumos de combustível avançados pela Toyota são de 4,2 l/100 km e gerar emissões de CO2 de 95 g/km.

Cada nível de equipamento apresenta elementos de design reconhecíveis pela execução do pára-choques dianteiro, pelas jantes de liga leve específicas e pelos acabamentos/revestimentos interiores.

Os três níveis de equipamento são o de entrada x, passando pelo x-play intermédio e terminando no topo de gama x-clusiv. 

O x-play está no centro da gama e apresenta várias opções de customização que permite a cada cliente personalizar o seu carro. Esta é uma tendência cada vez maior do mercado pela maioria dos fabricantes. O x-play conta com um equipamento de série que inclui ar condicionado, comandos de áudio no volante, banco do condutor ajustável em altura, limitador de velocidade e sistema de áudio com ecrã tatil de 7 polegadas. O novo x-clusiv topo de gama baseia-se na especificação de série x-play acrescentando depois um esquema de pintura distintivo de duas tonalidades (numa escolha entre três
cores), jantes de liga leve próprias de 15″ com desenho de raios duplos, bancos com estofos parcialmente em pele, ar condicionado automático, acesso e arranque inteligentes (smart entry and start), Toyota Safety Sense e o novo sistema multimédia Display Audio de 7” compatível com Apple CarPlay e Android Auto.

Paralelamente, duas edições especiais, x-cite e x-trend (não incluída em Portugal), atualizarão a gama. O x-cite é a versão visualmente mais marcante da gama graças a uma cor exterior magenta única com acabamento bicolor, jantes de liga leve de 15 polegadas  específicas totalmente em negro, tecidos Manhattan com pespontos Magenta nos estofos, inserções da cor da carroçaria nas saídas de ventilação e no punho da alavanca do seletor de velocidades e painel bordo e zona envolvente do seletor de velocidades em negro lacado.

O novo Toyota Aygo chega ao nosso país no próximo mês de setembro com um preço a partir de 11.295 euros. 

 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *