Novo Lexus ES chega em dezembro

A sétima geração de ES será a primeira a ser lançada nos mercados da Europa Ocidental. Segue-se o novo sedan de topo de gama LS e o coupé LC para projetar um novo capítulo no design na Lexus. A  plataforma Arquitetura Global – K (GA-K) terá um apelo especial para os clientes desta região, com a marca a apostar numa condução mais envolvente e reservas de segurança maiores.

À venda a partir de dezembro de 2018, a gama em Portugal será eletrificada por um novo sistema com híbrido que não necessita de carregamento externo designado Lexus Self-Charging Hybrid. O Lexus ES 300h.

Sistema de propulsão híbrida de quarta geração

O ES 300h está equipado com um novo sistema eletrificado “self-charging hybrid” de quarta geração que acopla um motor a gasolina de quatro cilindros Atkinson de 2,5 litros a um motor elétrico mais leve, mais compacto e potente. A potência total do sistema é de 218 CV/160 kW. A Lexus avança valores de 4,7 l/100 km em ciclo combinado.

O motor de 2,5 litros é novo e incorpora a tecnologia de combustão de queima rápida. O bloco conta com condutas de admissão direitas, aumento dos ângulos de válvulas e assentos de válvulas revestidos a laser. Uma bomba de óleo de capacidade variável, injetores com vários orifícios, VVT-iE nas válvulas de admissão e um sistema de refrigeração variável contribuem para uma melhor gestão de calor e de combustão do motor. A facilidade geral com que o carro é guiado foi melhorada graças à utilização de um computador de controlo de sistema híbrido, capaz de replicar melhor a sensação e a entrega de potência de um convencional motor a gasolina. Até mesmo a bateria híbrida de hidretos metálicos de níquel é mais compacta do que antes, permitindo que seja posicionada debaixo do assento traseiro, libertando espaço da bagageira.

O novo ES foi construído sobre a nova plataforma Arquitetura Global – K (GA-K), que deu à Lexus a oportunidade de explorar os limites do design deste sedan de dimensão média.

O carro é mais comprido (+65 mm), mais baixo (-5 mm) e mais largo (+45 mm) do que o seu antecessor. A maior distância entre-eixos (+50 mm) permitiu que as rodas tivessem sido mais chegadas às extremidades do veículo, com vias dianteira e traseira maiores (+10 e +37 mm, respetivamente).

As versões F SPORT estarão disponíveis com Suspensão Adaptável Variável, semelhante à que está montada no coupé LC o que pressupõe a montagem de amortecedores ajustáveis em cada roda, com 650 níveis de força de amortecimento, para assegurar o melhor controlo em qualquer superfície da estrada. Outro elemento exclusivo do F SPORT é o modo Sport + do Seletor de Modo de Condução, que envolve as configurações mais desportivas do motor, da transmissão e da suspensão.

A sétima geração ES está disponível com a mais recente geração do Lexus Safety System + (de série em todas as versões na Europa Ocidental). Os novos recursos incluem a deteção diurna de ciclistas no Sistema de Segurança de Pré-colisão (PCS). Capaz de detetar a aproximação frontal de veículos e peões, a deteção de ciclistas no caminho do veículo mitiga uma das ocorrências mais frequentes nas estradas de hoje. A capacidade do sistema de detectar peões durante a noite foi também melhorada, aumentando a sensibilidade do radar e o seu alcance dinâmico.

Um funcionamento em duas fases do Sistema de Luzes de Máximos Automáticas (AHS) é outro dos novos avanços em termos de segurança. Não só liga e desliga automaticamente os feixes dos faróis de máximos como o padrão de luzes criado pelo seu conjunto de 24 LEDs individuais pode ser adaptado para proporcionar melhor iluminação frontal, reduzindo o encadeamento dos condutores que se aproximam.

O foco do condutor é mantido na estrada à sua frente, no quadro de instrumentos e no head-up display dispostos num painel compacto dentro do seu campo de visão. Os passageiros dianteiros, por outro lado, têm um ambiente mais aberto e espaçoso. Também será um espaço conetado, com o opcional sistema de navegação e serviços conetados. O sistema de navegação apresenta um ecrã multimédia de 12,3 polegadas e a segunda geração do sistema de controlo remoto por painel tátil. O reconhecimento de voz também se estende ao controlo do telemóvel.

A Lexus alcançou perto de 75 000 vendas na Europa em 2017, o seu mais elevado volume de sempre. O novo sedan ES será um modelo nuclear na sua gama, contribuindo para a ambição da Lexus de atingir 100 000 vendas anuais na Europa em 2020.

Siga o Volante no Instagram 

Siga o Volante no Facebook 

 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *