Conselhos para acabar com os enjoos durante as viagens de automóvel

As férias da Páscoa são sempre uma boa oportunidade para viajar em família!

Para quem conduz nada pior do que ser pressionado pelos restantes ocupantes do carro com frases como: “Sinto-me enjoado!”ou “Nunca mais chegamos!”.

No novo estudo realizado pela Ford, com a ajuda de especialistas sobre enjoo em movimento, verificou-se que os passageiros durante uma viagem curta e que olhavam pela janela, em média sentiram-se doentes após 10 minutos. E eram todos adultos.

“O enjoo pode tornar uma viagem em família há muito esperada num verdadeiro pesadelo, com o pai e a mãe nervosos a espreitar por cima dos ombros e temendo o pior” disse Eike Schmidt, Engenheiro no Centro de Investigação e Inovação da Ford, em Aachen, Alemanha

Bocejar e transpirar são sinais de alerta desta situação e ocorrem quando o cérebro recebe informações desconexas da visão e do órgão responsável pelo equilíbrio, localizado no ouvido. Os bebés não enjoam no carro, estes sintomas só ocorrem quando começamos a andar. Os animais de estimação também são afectados, e incrivelmente até o peixe dourado sofre de enjoos, um fenómeno observado pelos marinheiros.

Nos testes iniciais verificou-se no caso de janelas mais elevadas e que permitiam um campo de visão mais alargado, de ambos os lados da estrada, os voluntários tiveram menor propensão a enjoar. Os próximos testes irão explorar formas alternativas de permitir uma maior visão aos passageiros do banco traseiro para que possam aperceber-se da aproximação a estradas sinuosas e pontes com ressaltos.

“O enjoo é um problema complexo. É uma reacção natural a um estímulo não natural que não pode ser curado como tal. Mas podemos tentar aliviar os sintomas,” disse o Prof. Dr. Jelte Bos, de TNO, Sistemas Perceptivos e Cognitivos, em Soesterberg, Holanda.

O professor sugere alguns cuidados a ter no sentido de diminuir os sintomas de enjoo:

  • Nos lugares traseiros sentar no banco do meio, para visualizar a estrada, ou preferencialmente viajar nos bancos da frente
  • Condução mais suave e sempre que possível evitar travagens bruscas, acelerações fortes e buracos no pavimento
  • Distrair os passageiros – cantar uma canção em família pode ajudar
  • Beber refrigerantes de cola, comer biscoitos de gengibre, mas evitar café
  • Usar uma almofada ou um suporte de pescoço para manter a cabeça o mais imóvel possível
  • Ligar o ar condicionado para que circule ar fresco
Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *