BMW X5 chega em novembro e já tem preços

Em 1999 a BMW lançou na cidade de Atlanta a primeira geração do X5. O modelo foi revolucionário e marcou o início de uma nova linhagem no seio da marca alemã, a família X.

Passados quase 20 anos, a cidade estado-unidense voltou a ser a escolhida para a apresentação internacional do X5, no caso, da sua quarta geração. O modelo, produzido na fábrica de Spartanburg, na Carolina do Sul, chega em novembro e face às informações já conhecidas a grande novidade são os preços já disponíveis para Portugal:

BMW X5 xDrive40i (340cv) – 89.000€

BMW X5 xDrive30d (265cv) – 94.950€

BMW X5 M50d (400cv) – 126.000€

O Volante esteve presente na apresentação da nova geração e em breve dá-lhe a conhecer todas as impressões sobre este novo modelo no Volante TV. Até lá recordamos as suas principais novidades.

 Exterior/interior

O X5 cresceu em todos os aspetos face à geração anterior, adquirindo por isso proporções mais robustas: +42mm de distância entre eixos (2,97m); +36mm de comprimento (4,92m); +66mm de largura (2,00m); e +19mm de altura (1,74m). O X5 equipa de base jantes de 19 polegadas e é o primeiro modelo da marca alemã que tem em opção jantes de 22 polegadas. Quanto aos faróis dianteiros adaptativos LED podem, em opção, ser laser.

Fruto das alterações de medidas, o interior, que conta com um novo design, ganhou em termos de espaço. Destaque também para o novo seletor, com apontamento em vidro transparente com o símbolo X. A bagageira é de 650l e extensível até aos 1860l. A tampa da bagageira é ‘bi-partida’ e os faróis têm efeito 3D.

Versões xLine e M Sport

Os níveis de equipamento são dois: xLine e M Sport. O primeiro confere-lhe traços mais elegantes, com uma grelha dianteira, barras de tejadilho e frisos das janelas com acabamento em alumínio estaminado e saias laterais, entradas de ar e jantes de 19 polegadas específicas.

Já o equipamento M Sport, fazendo jus à denominação, inclui pára-choques dianteiro e traseiro e saias laterais desportivas na cor da carroçaria, assim como arcos das rodas em igual tom. A estes detalhes juntam-se frisos das janelas em preto brilhante, jantes entre 20 e 22 polegadas, suspensão, travões e sistema de escape desportivos.

Pack Off-Road

O BMW X5 é o primeiro modelo X a ter em opção um pack Off-Road. Este conta com suspensão a ar (que pode ser adquirida sozinha em opcional) que permite subir ou descer o veículo até um máximo de 40mm para cada lado. À disposição temos quatro modos de condução: areia; pedra; terra e neve. O modelo estreia também uma direção ativa integral e uma suspensão adaptativa M Professional, que conta com estabilização de rolamento ativo e surge como opcional.

Equipamento

 Em termos de equipamento de série temos a terceira geração do Head-Up Display, agora de maiores dimensões, e o denominado BMW Live Cockpit Professional, que se traduz por um painel de instrumentos e um ecrã central no tablier, ambos de 12,3 polegadas e com novo grafismo e configuração dos menus. Através do ecrã central podemos aceder ao sistema de navegação do veículo, assim como a informações de meteorologia, trânsito em tempo real, e-mail, pesquisas online ou serviços de concierge, entre muitas outras opções. As funcionalidades do veículo podem solicitadas diretamente através do ecrã tátil, mas também de comando por voz, controlo por gestos, volante multifunções ou botão rotativo na consola central.

Em opção para o interior há bancos multifunções com massagens; ar condicionado automático de quatro zonas; apoios de cabeça aquecidos; base para dois copos aquecida/refrigerada na consola central;  teto panorâmico e pack ambientador com fragrâncias para o interior. A partir de dezembro de 2018 há um incremento nos opcionais disponíveis. O principal destaque vai para uma terceira fila de assentos a fazer parte do leque de opcionais,  e também colunas Bowers & Wilkins Diamond Surround Sound System e dois ecrãs de 10,2 polegadas para as costas dos bancos dianteiros.

Sistemas de assistências à condução

Em termos de sistemas de assistência à condução, o X5 estreia o assistente de travagem de emergência, que permite ao veículo agir em caso de emergência sem a nossa intervenção. O opcional Park Assist permite ao modelo estacionar sozinho longitudinalmente e a partir de dezembro também em perpendicular.

Se quisermos dotar o X5 de mais equipamento, nota para o opcional Driving Assistant Professional que inclui: cruise control ativo com função Stop&Go; assistente de direção e de faixa com assistente de condução em trânsito; aviso de transposição involuntária de faixa; proteção contra impactos laterais; aviso de tráfico envolvente; aviso de prioridade e alerta de direção errada.

Motorizações

Todos os X5 têm tração integral e caixa automática Steptronic de 8 velocidades. Em termos de motores, à Europa chegará uma proposta a gasolina e duas diesel.

A gasolina temos o xDrive40i, equipado com um bloco de seis cilindros capaz de debitar 340 cv e com uma aceleração dos 0 aos 100 km/h em 5,5s. Esta é a proposta mais acessível no nosso país, com um preço de entrada de 89.000€.

No capítulo diesel, e também associado a um motor de seis cilindros, o modelo de entrada é o xDrive30d com 265cv e um registo de 6,5s até aos 100 km/h.

O modelo mais entusiasmante será o M50d, por ser uma versão M Performance. São 400 cv e um binário máximo de 720 Nm até às 4400 rpm. Números que permitem chegar aos 100 km/h em apenas 5,2s.

Na gama do novo X5 inclui-se ainda o xDrive50i que, no entanto,  não irá estar disponível no continente europeu. A quarta geração do modelo da marca alemã chega assim a Portugal em novembro, disponível em três versões.

Não perca o ensaio completo do jornalista André Duarte brevemente no programa Volante na SIC Notícias, SIC, SIC Radical e SIC Internacional. 

Texto: André Duarte (andreduarte.vt@gmail.com)

 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *