Automóveis elétricos têm impacto duas a três vezes inferior no aquecimento global

O estudo realizado pela European Climate Foundation, em França, conclui que os automóveis elétricos têm um impacto duas a três vezes inferior no aquecimento global comparativamente aos veículos movidos por combustíveis fósseis, os automóveis elétricos têm um impacto duas a três vezes inferior no aquecimento global.

Os benefícios que o estudo revela vão prolongar-se até 2030, mas poderão ser ainda melhores, se a aposta para desenvolver energias renováveis levar a um cenário 100% renovável.

Descarbonizar os transportes na Europa é a chave para alcançar os objectivos estabelecidos no Acordo Climático de Paris e o Clean Mobility Package, apresentado pela Comissão Europeia, em Novembro de 2017, reconhece o papel vital dos automóveis elétricos para que os objectivos climáticos da União Europeia sejam atingidos. O estudo confirma que os automóveis elétricos são uma boa solução para o ambiente, mesmo tendo em conta as emissões decorrentes da produção de baterias.

 Cerca de 40 por cento das emissões produzidas por um automóvel elétrico ocorrem durante a produção das baterias. Assim sendo, revela o estudo, melhorar o impacto ambiental das baterias na fase de produção será determinante para a descarbonização do sector dos transportes.

Melhorar o impacto ambiental da extração mineral, desenvolver baterias sustentáveis em termos de eficiência, peso e uso, bem como a promoção de boas práticas de reciclagem serão também parte da solução.

A segunda vida das baterias para armazenar eletricidade pode ser uma opção sustentável para o armazenamento de energias renováveis. Quando uma bateria perde um quarto da sua capacidade inicial pode ser reciclada”como um dispositivo de armazenamento de energia renovável.

 

Siga o Digital Motores no Instagram

Acompanhe o Digital Motores no Facebook

 

 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *