Citroën reconstrói primeiro veículo motorizado que atravessou o Sahara

 

O “Scarabée d’Or” (“Escaravelho de Ouro”) foi o primeiro veículo da história a efetuar a travessia do Sahara, o que aconteceu em 1922.

Até 15 de outubro, durante a “Festa da Ciência” que decorre em Paris, este projeto confiado a estudantes estará exposto no Museu das Artes & Ofícios.

Mas eis que chega, agora, a vez do “Croissant d’Argent” (“Crescente de Prata”), outro modelo do tipo semilagarta da Citroën, que entra nesta mesma semana no museu virtual da Marca.

O exemplar original do “Scarabée d’Or” (“Escaravelho de Ouro”) estárá exposto no Museu das Artes & Ofícios de Paris, no âmbito da “Festa da Ciência”, que ali tem lugar. O veículo encontra-se em lugar de destaque naquele espaço, sito na Igreja de Saint Martin, estando exposto junto ao Pêndulo de Foucault e por baixo do avião de Louis Blériot.

A viagem do “Scarabée d’Or” (“Escaravelho de Ouro”) até ao deserto do Sahara aconteceu em 1922

 

Os visitantes podem contar com animações e diversas conferências e debates, propostas pelos estudantes do ENSAM (Escola Nacional Superior de Artes & Ofícios) e os membros da associação “Des Voitures & Des Hommes”, que estão na origem do projeto de reprodução deste veículo mítico. Os visitantes podem imergir numa modelação digital do veículo e conhecer os bastidores desta aventura científica: a história do veículo, estudos científicos levados a cabo para encontrar a cor original da carroçaria, a fim de possibilitar a sua reprodução, entre outras missões.

O Conservatório da Marca prevê expor o renovado “Scarabée d’Or” junto do veículo histórico a tempo das celebrações do centenário da Marca, em 2019.

PROJETO “SCARABÉE D’OR”, UM DESAFIO PARA OS JOVENS      

O “Scarabée d’Or” é um veículo semilagarta Citroën B2, modelo K1, e foi o primeiro veículo motorizado da história a efetuar a travessia do Sahara, em 1922. Ao organizar esta expedição pioneira, André Citroën demonstrou ao mundo a fiabilidade dos automóveis da sua Marca. Epopeia humana comandada por George-Marie Haardt e Louis Audouin-Dubreuil, foi o préludio das célebres travessias “Croisières Noire” e “Croisières Jaune” da Citroën, realizadas em 1924 e 1931, respetivamente.

OScarabée d’Or” está na base de um projeto confiado a estudantes: “Scarabée d’Or, um desafio para a juventude”, lançado em junho de 2016. Tem como objetivo a reconstrução do “Scarabée d’Or”, numa proposta da associação “Des Voitures & Des Hommes”, em parceria com a Citroën, o Museu das Artes & Ofícios e a “Aventure Peugeot Citroën DS”. Este audacioso projeto estará concluído em 2019.

Ao longo do primeiro ano do projeto foram mobilizados mais de 60 estudantes e 20 professores, totalizando 600 horas de atividades, organizadas em modo de projeto, entre os diversos campus e escolas.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *